Busca no Blog

Carregando...

domingo, 8 de janeiro de 2012

Cisterna calçadão de plástico no Sertão do Nordeste




A foto

Nesta fotografia podemos ver uma cisterna de plástico com área de captação em um calçadão. A fotografia foi obtida no dia 1 de dezembro de 2006 no Campo Experimental da Embrapa Semiárido em Petrolina, PE.

O fato

A utilização de cisternas de plástico para o armazenamento de água de chuva na região semiárida do Nordeste, vem sendo realizada desde o início dos anos 80, quando do advento do Projeto Sertanejo conduzido pela então SUDENE.  Foram testadas diversas formas de cisternas diferentes tipos de plásticos. Essas cisternas não tiveram sucesso devido ao fato de que o custo de cada cisterna era muito alto para as condições da região semiárida, por isso sua utilização ficou restrita as ações de pesquisa e de atuação do projeto em execução. Todavia, essas cisternas sempre apresentaram vantagens em relação as que eram utilizadas na região, visto que, não apresentavam qualquer indício de vazamentos e eram mais eficientes quanto à redução de contaminação da água armazenada.  Assim, a decisão do Governo Federal de implantação de 750 mil cisternas de plástica em comunidades do semiárido nordestino nos próximos anos pode contribuir para melhoria da qualidade da água de consumo dos agricultores do Nordeste. Neste sentido, a utilização de recipientes de plástico para a captação e armazenamento de água de chuva na região semiárida do Nordeste possibilitará que os agricultores não percam água por vazamentos e consumam água livre de contaminação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário